Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Ônibus elétrico chinês articulado é testado em Curitiba

bus articuled BYD
Ônibus elétrico chinês articulado é testado em Curitiba.
Foto: Luiz Costa/SMCS
Veículo já rodou na cidade de São Paulo para onde é esperada unidade com a configuração que permite testes com passageiros
ADAMO BAZANI
O ônibus elétrico chinês articulado, modelo K 11, da fabricante BYD – Build Your Dream, está sendo testado nesta terça-feira, dia 06 de outubro de 2015, na linha Interbairros II, uma das mais movimentadas de Curitiba.
O ônibus só depende da energia armazenada nas baterias para se movimentar e na operação não emite poluição. O nível de ruído é baixo.
O veículo cuja carroceria não segue as especificações da legislação brasileira, só circula com galões de água simulando o peso dos passageiros.
A linha Interbairros II tem trajeto total de 42 quilômetros atendendo pontos nas ruas, e os terminais Capão Raso, Hauer, Capão da Imbuia, Cabral e Campina do Siqueira. Por dia, são 68 mil passageiros transportados no trajeto.
O ônibus da fabricante chinesa, que deve inaugurar nas próximas semanas uma planta industrial em Campinas, no interior paulista, também circulou pela cidade de São Paulo.
A BYD prepara com técnicos da SPTrans – São Paulo Transporte, gerenciadora do sistema da capital paulista, um modelo articulado cuja carroceria atenda às especificações da cidade, para que os testes sejam com passageiros.
O ônibus articulado que foi testado em São Paulo e agora está em Curitiba tem 18,9 metros de comprimento, o tempo de recarga pode ser de até três horas e, completamente carregadas, as baterias dão uma autonomia de 250 quilômetros.
No ano passado, a BYD testou em Curitiba um ônibus elétrico padron, de 12 metros de comprimento.
Em nota, a Urbs – Urbanização de Curitiba S.A., gerenciadora do sistema da capital paranaense, destacou pontos positivos e negativos em relação ao veículo.

“Nos testes feitos no ano passado com o modelo padrão, o ônibus elétrico teve um desempenho considerado bom pelos técnicos, no que diz respeito ao custo por quilômetro, emissões de poluentes, consumo e disponibilidade operacional. Os pontos negativos ficaram por conta do tempo necessário para abastecer, peso e autonomia.” – informou a gerenciadora que ainda acrescentou que, em parceria com a Volvo, deve trazer novos elétricos-híbridos comuns e elétricos-híbridos articulados no ano que vem.
Atualmente, operam ônibus elétricos-híbridos que foram alvos de polêmicas entre Urbs e TCE– Tribunal de Contas do Estado do Paraná a respeito de custos operacionais e de aquisição, que inicialmente seriam maiores em comparação aos ônibus a diesel.
O ônibus elétrico articulado ficará exposto na quarta-feira (7), das 12h as 17h na Urbs, na Rodoferroviária; e na quinta e sexta-feira (8 e 9) das 9h às 17h, na Praça Rui Barbosa.
Publicado em 06/10/2015 por Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário