Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

HighPluss deseja um Próspero 2015 a você!

Fonte: HighPluss, 2014.

A HighPluss Treinamentos agradece aos clientes, fornecedores, parceiros, amigos e motoristas pela confiança depositada nos trabalhos realizados durante o ano de 2014 e deseja a você tudo de melhor neste novo ano que se inicia.

Esperamos contar com a sua confiança e oportunidade no desenvolvimento de soluções que possam facilitar e contribuir para aumentar a qualidade e produtividade nos serviços logísticos prestados aos clientes finais. 

Conte com a HighPluss sempre que necessitar!

Um grande abraço,

HighPluss Treinamentos
Contato: treinamentos@highpluss.com.br

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Mensagem Natalina aos Motoristas

Arquivo: HighPluss, 2014.

Desejo a todos motoristas, caminhoneiros, carreteiros, estradeiros, gestores e empresários do transporte rodoviário que tenham um Feliz Natal e Próspero 2015 com muitas realizações. Sejam felizes e boa viagem!

Agradeço aos motoristas, caminhoneiros, carreteiros, estradeiros, gestores, agentes de trânsito, instrutores de motoristas e empresários pela aquisição do Livro Motorista Comprometido que foi lançado em 2014. 

Agradeço aos empresários do transporte rodoviário de cargas e passageiros pela oportunidade e confiança depositada nas palestras realizadas para socializar os conteúdos sobre o motorista comprometido.

Muito agradeço ao competente Rafael do Blog do Caminhoneiro pelo profissionalismo da parceria que foi praticada em 2014.

Desejo muita luz, sabedoria e sucesso no projeto de vida de cada profissional! 

Grande abraço,

José Rovaní Kurz
HighPluss Treinamentos

Cinto de Segurança e Direção Defensiva salvam Vidas! Pratique!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Levantamento aponta trechos mais perigosos das rodovias federais

caminhao acidente

As festas de fim de ano estão chegando e muita gente já está com tudo pronto para viajar, mas é preciso muita atenção nas rodovias. Um levantamento da Polícia Rodoviária Federal mostrou que de agosto do ano passado a julho deste ano a cada três minutos foi registrado um acidente em estradas federais. Os repórteres do Jornal Hoje percorreram alguns trechos
das estradas consideradas mais perigosas.
A Régis Bittencourt, principal ligação entre o Sul e o Sudeste do Brasil, é tão perigosa que menos nas retas, em trechos duplicados, os acidentes são frequentes. Ela já foi chamada de “Rodovia da Morte”. Entretanto, no levantamento ela perdeu o lugar para outra rodovia, no Ceará.
Os primeiros 10 km da BR-222, em Caucaia, na região metropolitana de Fortaleza, são considerados os mais perigosos do país, segundo a PRF. O maior problema é a imprudência dos motociclistas, que andam sem capacete e desrespeitam a sinalização da rodovia em um trecho urbano e muito movimentado.
Entre os dez trechos mais perigosos, quatro ficam no Espírito Santo. Em Serra, entre os quilômetros 260 e 270 da BR-101, foi registrado o maior número de acidentes graves no estado – 115.
A BR-101 também passa por Santa Catarina. O segundo pior trecho das estradas brasileiras fica entre os quilômetros 200 e 210, em São José, na Grande Florianópolis. A grande quantidade de motos e motoristas alcoolizados contribui para fazer desse trecho um dos mais perigosos.
De agosto de 2013 a julho de 2014, 8.400 pessoas morreram e 27 mil ficaram feridas nas rodovias federais de todo o país. No caminho entre São Paulo e Curitiba, o número de mortes caiu 31% entre os anos.
POSIÇÃOESTADOBRKMACIDENTES GRAVESFERIDOS GRAVESMORTOS
1CEARÁ2220-101682049
2SANTA CATARINA101200-2101301396
3ESPÍRITO SANTO101260-27011513811
4PARÁ3160-1090949
5ESPÍRITO SANTO101140-150898812
6ESPÍRITO SANTO2620-1083933
7SANTA CATARINA101210-220797912
8PIAUÍ3160-1074769
9PIAUÍ343340-35073806
10ESPÍRITO SANTO101290-30065699
Fonte: Jornal Hoje
Publicado em 18/12/2014 no Blog do Caminhoneiro.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Palestra Motorista Comprometido na Aceville em Joinville

Arquivo: HighPluss, 2014.

Arquivo: HighPluss, 2014.

Arquivo: HighPluss, 2014.

08/12/2014 - Palestra sobre Motorista Comprometido na Aceville em Joinville.

Muito agradeço ao Sr. Ari e sua competente Equipe de Trabalho pela acolhida em receberem novos aprendizados na gestão da segurança no trânsito e estarem comprometidos com a evolução da qualidade dos serviços prestados pelos motoristas e demais colaboradores da empresa.

Na oportunidade foi apresentado o Livro Motorista Comprometido e abordado diversos temas focados na realidade do motorista, liderança do motorista, comprometimento profissional e a qualidade dos serviços logísticos prestados aos clientes. 

É importante a discussão sobre a segurança veicular  nas cidades e estradas, para que possamos desenvolver novos aprendizados e estarmos preparados e comprometidos para saber lidar com os diferentes comportamentos no trânsito. Quem acredita, Pratica!

Abraço e muita luz a Equipe Aceville!

José Rovaní
HighPluss Treinamentos - Joinville
Contato: treinamentos@highpluss.com.br
"Cinto de Segurança e Direção Defensiva salvam Vidas!" Pratique!

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

8º Aniversário da HighPluss - 2014

Arquivo: HighPluss, 2014.

Dia 26/11/2014 a HighPluss Exportação, Consultoria e Treinamentos completou o oitavo aniversário de fundação com uma trajetória de muitos aprendizados e grandes conquistas. Cada ano que passa a HighPluss avança nos projetos profissionais e sociais com foco em atender de maneira personalizada seu Cliente.

A HighPluss muito agradece a todos "Clientes, Fornecedores e Parceiros" por acreditarem na execução de projetos focados no equilíbrio entre o desenvolvimento e a prosperidade das pessoas e empresas.

A empresa desenvolve suas atividades profissionais focada nas competências técnicas para a realização dos projetos, bem como nas habilidades e atitudes necessárias em tornar o projeto próspero para o Cliente.

O ano de 2014 foi marcado em especial pelo lançamento e distribuição do Livro Motorista Comprometido - V1 no mercado brasileiro. Muito agradeço aos motoristas e as empresas pelo acolhimento da proposta do livro em aumentar o entendimento e o comprometimento com a segurança no trânsito das cidades e estradas brasileiras.

A empresa atende os mercados do Brasil e América Latina, com ênfase em Palestras para Motoristas, Consultoria Técnica / Administrativa, Desenvolvimento de Fornecedores e na Exportação de peças técnicas no segmento de transportes de passageiros e cargas. 

Muito agradeço aos Clientes, Fornecedores e Parceiros pela confiança depositada nos trabalhos oferecidos ao mercado.

HighPluss - Soluções VIP nas Práticas Profissionais
Contato: treinamentos@highpluss.com.br
Joinville - SC. - Brasil

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Palestra Motorista Comprometido no Giassi Bucarein em Joinville


Arquivo: HighPluss, 2014.

Arquivo: Nelsi Kurz, 2014.

25/11/2014 - Palestra sobre Motorista Comprometido no Giassi Bucarein em Joinville.

Agradeço mais uma vez pela parceria entre Giassi Supermercados e HighPluss na promoção do evento sobre a segurança no trânsito, qualidade de vida dos motoristas e pelo respeito a cultura da vida.

Muito agradeço ao Gerente Paulo Roberto do Giassi Supermercados, profissional comprometido com a segurança no trânsito e com a realidade dos motoristas.

Muito agradeço ao Motorista Profissional Adriano Alexssander da Luz, profissional comprometido e que exerce uma excelente liderança situacional.

Muito agradeço aos demais motoristas comprometidos com a cultura da vida e também pelas doações de alimentos aos pacientes renais da Fundação Pró-Rim.

É importante a discussão sobre o trânsito nas cidades e estradas, para que possamos desenvolver novos aprendizados e estarmos preparados e comprometidos para saber lidar com os diferentes comportamentos no trânsito. 

Seja um Multiplicador da Educação no Trânsito e faça parte da Cultura da Vida.
A Vida agradece!

Abraço e muita luz aos Motoristas!

José Rovaní
HighPluss Treinamentos - Joinville
Contato: treinamentos@highpluss.com.br
"Cinto de Segurança e Direção Defensiva salvam Vidas!" Pratique!

sábado, 22 de novembro de 2014

Quebra de asa – Uma manobra que custa caro

quebrada de asa Volvo FH

Quem vive na estrada já viu algum colega de profissão fazer a “quebra de asa”. A manobra consiste em balançar a carroceria de um lado para o outro, tirando as rodas da pista e contorcendo o implemento. A questão é que esta brincadeira pode sair caro para muita gente.
O movimento de balanço pode fazer com que o caminhão sofra danos estruturais. Como a carreta se projeta além da capacidade sobre a quinta roda, isso pode trincar o pino-rei, além de causar desalinhamento. Quando a carreta levanta e volta para sua posição correta, o impacto gerado pode causar sérios danos na suspensão, assim como desgaste extremo das laterais dos pneus.
Motoristas que realizam a “quebra de asa” podem responder pelo crime de direção perigosa, podendo até provocar algum acidente com outro veículo. Se houver mais de um caminhão fazendo disputa de manobras na estrada, a punição aumenta por ser considerado envolvimento em racha. A pena pode variar de seis meses a dois anos de prisão.
Outro risco provocado pelas manobras arriscadas é a capotagem do caminhão. O movimento de chicote da carroceria pode ser mais forte que a manobra, e o veículo tombar no meio do trecho.
Há também os fãs de caminhões que, na beira da estrada, pedem para os motoristas fazerem a quebra de asa só para poderem gravar no celular e publicar na internet. Uma manobra mal-sucedida pode colocar a vida deles em risco.
Em caso de direção perigosa, avise a Polícia Rodoviária Federal pelo número 191.
Fonte: Volvo na Estrada
Publicado em 22/11/2014 no Blog do Caminhoneiro.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

MAN Latin America vende 120 Volksbus para operadora de transporte mexicana

Onibus Volksbus - Mexico (1)
Os produtos Volksbus não são sucesso apenas no Brasil, onde respondem por 26% do mercado. Em demais países da América Latina, os chassis Volkswagen  também são referência. Prova disso é a recente venda de 120 unidades para a empresa Siente (Sociedad Integradora en Transporte Efectivo) da cidade de Hermosillo, no estado de Sonora, no México, país onde a montadora conta com uma operação fabril na cidade de Querétaro para montagem de produtos da marca Volkswagen  destinados ao mercado local.
Os chassis, divididos entre os modelos 15.190 OD e 17.230 OD, ambos equipados com motorizaçãoMAN, serão usados para o transporte público de passageiros e fazem parte de um processo de renovação da frota urbana de ônibus da cidade mexicana. As primeiras dez unidades já foram entregues e estão prontas para circular na rota 10 de Hermosillo.
A previsão é de que sejam entregues 20 unidades por mês até o fim do lote. Segundo a Siente, o baixo consumo de combustível, a robustez e a confiança nos motores MAN foram decisivos para a compra. As 120 unidades irão circular nas 19 rotas de transporte de Hermosillo.
Veículos são fabricados no Brasil e no México
Onibus Volksbus - Mexico (2)Ideal para o transporte urbano em linhas distribuidoras, operando como midibus ou fretamento de curtas e médias distâncias, o Volksbus 15.190 OD, fabricado no Brasil e no México, conta com conjunto powertrain com excelente compromisso entre desempenho e custo operacional. O motor MAN D08 de 4 cilindros e 190 cavalos de potência é equipado com dois estágios de sobrealimentação (dois turbocompressores), sistema de injeção Common Rail e tecnologia EGR, a fim de oferecer excelente desempenho mesmo em baixas rotações.
Além da motorização, o modelo incorpora embreagem de 395 mm de diâmetro e caixa de transmissão ZF 6S 1010 de 6 velocidades com servoassistência e transmissão por cabos, o que garante maior conforto e durabilidade de todo o conjunto. O modelo é oferecido também na versão V-Tronic, com transmissão automatizada e todos os atributos relacionados a custos operacionais já reconhecidos pelo mercado.
Equipado com o mesmo motor MAN de 230 cavalos de potência, o Volksbus 17.230 OD foi desenvolvido para suportar as severas operações do transporte urbano e também é uma excelente solução ao serviço de fretamento. O veículo alia a tecnologia de um motor MAN aplicado com sucesso em diversos lugares no mundo, à robustez e à confiabilidade já reconhecidos do modelo.
O MAN D08 conta ainda com exclusivo sistema EVB (Exhaust Valve Brake) que proporciona maior poder de frenagem, proteção do freio de serviço, redução dos custos de manutenção e maior segurança de operação. Este sistema aproveita tanto a compressão como a descompressão no ciclo de frenagem, aumentando o desempenho do freio motor em até 65% quando comparado com a válvula borboleta no sistema de exaustão. Ambos modelos são dotados de tecnologia Euro 5.
Publicado em 06/11/2014 no Blog do Caminhoneiro.

domingo, 2 de novembro de 2014

Espanha permite prolongamento aerodinâmico nos caminhões

Prolongamento aerodinamico
O Governo espanhol passou a permitir a introdução de apêndices aerodinâmicos nas traseiras doscaminhões para melhorar a eficiência de combustível e reduzir o consumo. O Executivo do país europeu autoriza a incorporação de dispositivos com um comprimento de 90 centímetros em reboques e semirreboques novos ou usados, antecipando-se à futura legislação da União Europeia.
Esta tecnologia melhora a eficiência aerodinâmica de um conjunto articulado ao canalizar o fluxo de ar para a traseira do veículo, reduzindo o arrasto aerodinâmico. O apêndice pode ser instalado em menos de 45 minutos, melhora a estabilidade do caminhão graças a uma maior estabilidade e não penaliza a capacidade de carga nem o processo de carga e descarga.
Um dos fabricantes deste tipo de equipamentos, a ATDynamics, disse que a redução do consumo de combustível num conjunto articulado de cavalo-mecânico e semirreboque pode chegar a 1,5 litros por cada cem quilômetros percorridos. A União Europeia planeja autorizar a introdução deste tipo de dispositivo, sob a revisão da regulamentação sobre dimensões e pesos dos veículos comerciais.
Além da Espanha, outros países como o Canadá, México, Chile, Coreia do Sul e Estados Unidos já reconheceram a necessidade de atualizar a legislação relativa à dimensão dos veículos pesados para tirar partido da vantagem decorrente da introdução de tecnologias para reduzir o consumo de combustível e das emissões.
Publicado em 30/10/2014 no Blog do Caminhoneiro.

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Transportadores rodoviários devem fazer novo cadastro a partir de janeiro

rntrc 2014
partir de janeiro de 2015, pessoas físicas e jurídicas que exerçam atividades de transporte rodoviário de cargas deverão fazer o recadastramento do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC). A informação foi transmitida pelo especialista em regulação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Erick Correia de Almeida, durante a palestra “Recadastramento do transportador rodoviário de cargas e o seguro de transporte rodoviário de cargas”, realizada na recém-encerrada Feira Internacional de Logística, Transporte e Comércio Exterior (Logistique).
O registro é obrigatório para pessoas físicas e jurídicas que exerçam atividades de transporte rodoviários de cargas com cobrança de frete e está regulamentado pela Resolução 3.056/2009 da ANTT.
A medida foi criada em 2007, mas estava prevista desde 2001, com o objetivo de profissionalizar o setor e disciplinar a atividade. A lei estabeleceu vários quesitos, como por exemplo, as empresas de transporte rodoviário de carga precisam ter um responsável técnico, sede no Brasil, capacidade financeira e apresentar a documentação exigida pela ANTT.
Os registros começam a vencer a partir de março de 2015, com prazo escalonado até o fim do ano, de acordo com a validade do certificado. “Os documentos com final zero vencem no mês de março e assim sucessivamente”, complementou Almeida. Isso ocorre porque o prazo foi prorrogado pela ANTT. “Porquê da prorrogação? Porque desde do início de 2014 a ANTT entendeu que seria necessário ter uma revisão do atual marco regulatório do transporte rodoviário de cargas, então instituiu um processo de revisão da resolução 3.056/09, que ainda está em andamento e será concluindo até o final deste ano”, realçou.
As empresas que não fizerem a renovação não poderão atuar no mercado de transporte rodoviário de cargas. A resolução estabelecerá penalidades para quem exercer a atividade sem o cadastro ativo. Atualmente, se o transportador está com o certificado suspenso ou vencido a multa é de R$ 750. “A intenção é definir a penalidade a partir de um controle social com a participação do setor regulado para verificar o impacto”, argumentou Almeida. Atualmente, são 164 mil empresas no Brasil com inscrição ativa.
Expansão
Almeida também abordou o transporte de cargas no Brasil, o crescimento do modal rodoviário, a base legal da regulamentação, o pagamento eletrônico de frete, o planejamento da ANTT e as etapas previstas para o recadastramento. “De 2007 a 2013, o crescimento do modal rodoviário representou 130%, porque o valor de faturamento bruto do setor de transporte rodoviário de cargas saltou de R$ 54,8 bilhões para R$ 126,3 bilhões. Neste mesmo período o PIB do Brasil cresceu 89%”, argumentou.
Almeida explicou que o seguro do transporte é disciplinado pelo Código Civil e pela lei 11.442 regulamentada pela ANTT. Desta maneira, o transportador é obrigado a ter uma apólice de segurado referente à mercadoria, não necessariamente contra roubo, mas sim relacionada a avarias e danos.
Fonte: Portal Logweb
Publicado em 28/10/2014 no Blog do Caminhoneiro.

sábado, 25 de outubro de 2014

Rodovias usadas para escoar a safra estão entre as 10 piores do país

estrada ruim - buracos
As principais rodovias utilizadas para o escoamento da safra brasileira estão entre as 10 piores do país. O dado está no levantamento da Confederação Nacional de Transportes (CNT) divulgado nesta quinta, dia 16. A falta de investimento no setor pode aumentar ainda mais o custo do frete que hoje em regiões como a Norte e Centro-Oeste já são 30% mais altos.
A CNT avaliou mais de 98 mil quilômetros de rodovias federais e estaduais importantes para a logística do país. Condições gerais, pavimentação, sinalização e a geometria das vias foram analisadas e o relatório vai servir de base para o desenvolvimento de políticas para o setor e programas públicos e privados. De acordo com o levantamento, o Brasil possui 1.691.522 quilômetros de rodovias, dos quais apenas 12% são pavimentadas e 62% são consideradas regulares, ruins ou péssimas.
– Elas melhoraram muito discretamente. A análise que mais preocupa o setor hoje é que no período mais longo as estradas brasileiras não tiveram nenhuma melhora qualitativa de grande vulto. Hoje se verifica muitos pontos críticos, grandes extensões de desgaste de pavimento – afirma o diretor executivo da CNT, Bruno Batista.
As regiões mais críticas são Norte, com 17% das estradas boas ou ótimas, e o Centro-Oeste, com 30%. A região Nordeste tem mais de 34%, a Sul tem 38% e o Sudeste conta com 77% das vias em condições boas ou ótimas. Rodovias importantes para o escoamento da safra, como a BR-364, que liga Mato Grosso a Rondônia, a BR-163 que liga o Rio Grande do Sul ao Pará e a BR-158, no trecho de Jataí a Piranhas, em Goiás, estão no ranking das 10 piores.
– A explicação disso é que elas não receberam os recursos necessários para a solução dos problemas que foram verificados e isso é um fator de grande acréscimo de custo dos produtos agrícolas. O que se percebe é que o Brasil precisa da circulação dos produtos. Precisamos que seja competitivo e a gente está perdendo o dinamismo econômico no país – avalia Batista.
Segundo a pesquisa, o custo do transporte que no Norte e no Centro-Oeste do país é 30% mais caro, deve aumentar nos próximos anos.
– É uma tendência crescer esse custo em função dos acréscimos adicionais que o transportador vai ter que fazer. Uma manutenção mais cara em termos de pneu, de suspensão, e consumo de combustíveis, de motorista que também tende a aumentar – comenta Batista.
O grande problema ainda é a falta de investimento em infraestrutura e manutenção do modal. Em 2013, o governo federal gastou pouco mais de R$ 8 bilhões nas rodovias, enquanto a estimativa da CNT é que são necessários R$ 290 bilhões.
– O ritmo de investimento tem se mostrado muito baixo. O mais preocupante é que apesar dos recursos que o governo tem ele não consegue executar. Isso traduz uma grande deficiência que ele tem e, de certa forma, uma falta de capacidade administrativa pra solucionar os problemas. Enquanto isso não acontece, o Brasil está pagando uma conta muito alta – conclui o diretor da CNT.
Fonte: Canal Rural
Publicado em 24/10/2014 no Blog do Caminhoneiro.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Multa por ultrapassagem irregular vai ficar até dez vezes mais cara

ultrapassagem irregular
partir do mês que vem, a multa para o motorista que for pego ultrapassando em trechos com faixa contínua terá seu valor, que hoje é R$ 191, aproximadamente cinco vezes mais caro, passando para R$ 957.
Uma das justificativas para mudança que afeta diretamente o bolso do condutor é de que agora ele irá “pensar” antes de iniciar uma ultrapassagem em local proibido. “É uma lei bem vinda, porque o aumento no valor da multa vai fazer com que o motorista fique mais receoso antes de cometer essa ultrapassagem proibida”, segundo o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Aristides Júnior.
Minas Gerais tem a maior malha rodoviária do país e é um dos estados com mais multas por este tipo de manobra proibida. Fica atrás apenas do Paraná. De acordo com a PRF, por enquanto, não vai haver alteração no modo como a fiscalização é realizada. Em breve ela poderá ser feita através das câmeras de monitoramentos.
A mudança no Código de Trânsito Brasileiro, que institui o aumento no valor da multa, busca a redução do número de mortes, já que, ainda segundo o inspetor Aristides Júnior, hoje, muitos motoristas não se importam em cometer essa infração especificamente por saberem do baixo valor da multa. Se a infração for cometida novamente em até 12 meses o valor será em dobro, com a multa passando para R$ 1.915.
Fonte: O Tempo
Publicado em 22/10/2014 no Blog do Caminhoneiro.