Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Projeto VE vai desenvolver o primeiro avião elétrico brasileiro

avião elétrico
O Projeto Veículo Elétrico (VE), desenvolvido por Itaipu Binacional e parceiros, fechou acordo com a empresa ACS Aviation, de São José dos Campos (SP), e pretende colocar no ar em 2013 o primeiro avião elétrico brasileiro. A empresa paulista produz um pequeno e moderno modelo esportivo, o ACS 100 Sora, que hoje voa com motor a combustão.
O coordenador brasileiro do Projeto VE, engenheiro Celso Novais, explicou que a nova linha de  pesquisa vai agregar ao trabalho conhecimentos sobre o uso de materiais compostos, altamente resistentes, para a redução do peso dos protótipos. E não há setor que entenda mais sobre esse assunto que as empresas aeronáuticas.
“O avião, em si, não é uma ferramenta estratégica para o Projeto VE. Mas representa um meio de transporte em que o peso é fator determinante. A ACS desenvolveu, por exemplo, uma asa que é tão resistente que suporta dez sacos de cimento em cada lado. Ao mesmo tempo, é tão leve que você consegue levantá-la com um dedo. É esse o know-how a que estamos interessados”, comentou.
De acordo com Celso Novais, a redução do peso dos protótipos é o caminho mais rápido – e eficiente – para melhorar a autonomia dos veículos elétricos. A outra estratégia seria melhorar a densidade energética das baterias – o que requer mais tempo e altos investimentos.
Alta tecnologia
O engenheiro comentou que a ACS foi apresentada ao Projeto VE por funcionários da Embraer, a gigante aeronáutica brasileira. O interesse dos empresários era desenvolver um motor elétrico para o pequeno Sora, e o nome de Itaipu logo surgiu como referência no setor.
“A ACS é uma empresa jovem, mas com altíssima tecnologia, formada por profissionais competentes e com muito conhecimento na área de aeronáutica. São top de linha em tecnologia”, elogiou Celso Novais.
Desde setembro, integrantes do Projeto VE já acompanham testes com o Sora em São José dos Campos e levantam informações como a potência necessária para decolar e taxiar na pista. O próximo passo, já em Itaipu, será construir em bancada toda a estrutura elétrica que será incorporada ao avião.
Se tudo der certo, o primeiro avião elétrico brasileiro – e, segundo Novais, da América Latina – vai decolar da pista de Itaipu, na margem paraguaia da usina, em agosto de 2013. “O nosso avião terá as mesmas características dos mais avançados produtos que estão sendo feitos no mundo. Porque, neste segmento, todos estão começando e não têm ninguém que esteja muito à frente. Portando, nós poderemos também ser uma das referências”, destacou.
VLT elétrico
Além do avião, o Projeto VE começou, no final de outubro, estudos para desenvolver o primeiro Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) do Brasil. Atualmente, o único VLT produzido no País, pela empresa cearense Bom Sinal, tem motor movido a diesel e biodiesel.
Para o trabalho, os engenheiros e técnicos de Itaipu trouxeram a Foz do Iguaçu um modelo em escala real do VLT da Bom Sinal. A primeira etapa do trabalho, com duração prevista de um ano e meio, vai promover a acomodação do sistema de tração elétrica ao protótipo.
Em seguida, o Projeto VE pretende desenvolver uma versão elétrica do VLT sem as catenárias – como são chamados os cabos de alimentação externos, instalados sobre os trens, muito comuns nas versões europeias.
Fonte: Itaipu
Publicado em 19/06/2013 no Blog do Caminhoneiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário