Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O Ônibus do Ano 2013



onibus

Citaro, que já atende às novas normas de redução de emissão de poluentes, Euro VI, que entraram em vigor na Europa, foi eleito o Ônibus do Ano de 2013. Além de compatibilizar os sistemas de redução catalítica seletiva e o de recirculação de gases, ônibus possui uma tecnologia que consegue aproveitar energia gerada pelo motor, que também contribui para a redução de consumo. Divulgação: Mercedes Benz.



Citaro é o Ônibus do ano de 2013, segundo júri internacional
Modelo incorpora várias tecnologias para conseguir as metas mais rígidas de redução de emissão de poluentes previstas no Euro VI.
ADAMO BAZANI – CBN


Um júri internacional elegeu o Citaro, modelo mundial de ônibus da Mercedes Benz, como o Ônibus do Ano de 2013.
A premiação levou em conta diversos fatores, como desempenho, economia, redução de emissão de poluentes, design e conforto.
O Citaro já atende às novas normas de redução de emissão de poluentes da Europa Euro VI que são bem mais rigorosas que as normas Euro V, as quais o Brasil começou a ter como referência este ano.
No Brasil, há duas opções de tecnologia para seguir os limites de emissão de poluentes: a redução catalítica seletiva, que usa no sistema de escape um fluido a base de uréia, e a de recirculação de gases.
A Europa tem adotado mais de uma tecnologia ao mesmo tempo nos modelos para conseguir atender às novas exigências.
Com o Citaro não foi diferente. Ele usa o ARLA 32, que é o fluido injetado no sistema de redução catalítica seletiva, a recirculação de gases, e outros itens como um filtro de particulado de loop. Assim também fazem parte do conjunto, um conversor catalítico de oxidação e um sistema de recirculação de gás de escapamento.
O ônibus venceu na votação até mesmo de modelos elétricos híbridos.
Os motores do Citaro podem ser OM 936, de 7,7 litros e OM 470 de 10,7 litros.
SISTEMA APROVEITA ENERGIA:
Outro destaque no Citaro é que o ônibus é dotado de um sistema que consegue gerar energia.
Segundo a Mercedes Benz, há um módulo de recuperação de 24 volts, no qual a energia produzida sem qualquer despesa pelo alternador, durante fases de sobrecarga, é armazenada em capacitores com camada dupla, conhecidos como supercaps, que o ônibus pode, então, utilizar como fonte adicional de energia, durante a fase de aceleração.
Adequações na carroceria também ajudam a reduzir o consumo.
A economia de combustível, segundo a montadora alemã, pode chegar até 5%.
O design, modernizado, também foi outro fator que contribuiu para o Citaro ser o Ônibus do Ano de 2013.
A carroceria é 30 milímetros mais longa. Por dentro, um sistema de iluminação com led, logo nas portas, também deixa o ambiente mais agradável.
Quanto à segurança, o ônibus possui materiais mais leves e resistentes, além de uma área de “sobrevivência”, que aumenta a segurança do motorista em seu habitáculo maior, principalmente em caso de tombamento.
Publicado em 28/09/2012 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes. Blogpontodeonibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário