Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Mais uma chinesa vai fazer comerciais no Brasil

 
onibus Chines
Ônibus da Dongfeng Motor Corportaion, controladora da Shiyan Yunlihong Industrial and Trade Company, que anunciou construção de fábrica no Rio Grande do Sul. Empresa vai produzir caminhões leves e médios no Brasil. Companhia num primeiro momento não cogita fazer ônibus no País, mas futuramente, não descarta a possibilidade. Foto: Divulgação.

Rio Grande do Sul terá fábrica chinesa de caminhões
Empresa também produz ônibus, mas momentaneamente vai se concentrar na produção de veículos de transportes de carga,
ADAMO BAZANI – CBN

Mais uma empresa chinesa de veículos comerciais vai se instalar no Brasil.
A Shiyan Yunlihong Industrial and Trade Company assinou nesta terça-feira, dia 17 de abril de 2012, um protocolo de intenções com o Governo do Estado do Rio Grande do Sul, para a instalação de uma unidade fabril em Camaquã. A empresa também pesquisou as cidades de Santa Maria e Tapes.
A montadora faz parte do grupo chinês, considerado um dos gigantes automotivos no mundo, Dongfeng Motor Corporation.
A Dongfeng produz em escala global carros de passeio, comerciais leves e médios, caminhões, chassis, peças, motores, reboques, semirreboques e ônibus.
Só na China, a empresa faz cerca de 2 milhões de veículos de diversos tipos por ano, gerando 120 mil empregos e uma receita anual local de US$ 25 bilhões.
A presidente da empresa, Lian Bin Yun, declarou em cerimônia, que contou com a participação do Governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, afirmou que inicialmente a companhia vai montar e produzir comerciais leves e médios, com parte das peças da China. A nacionalização será gradativa até 2013.
Camaquã foi escolhida, segundo Lian, por questões técnicas e logísticas, para melhor escoamento de produção e proximidade de fornecedores, uma prática cada vez mais comum entre as chinesas que se instalam em território brasileiro.
O investimento inicial da Shiyan Yunlihong vai ser de R$ 185 milhões, com geração de 200 empregos na instalação da fábrica e mais 455 no funcionamento. O Rio Grande do Sul vai responder por 20% do mercado consumidor previsto da empresa. Sessenta por cento da produção serão divididos entre outros estados e 20% para exportação a países da América Latina.
A empresa já pode operar no Brasil num prazo de até 90 dias. A construção da fábrica, numa área de 100 hectares, deve durar cerca de dez meses.
Em um ano e meio o parque fabril deve estar operando e a expectativa é de produção anual de 5 mil veículos, número que vai ser ampliado para 20 mil veículos nos próximos cinco anos, aposta a empresa chinesa.
Apesar de produzir ônibus em seu país de origem, a companhia afirmou que num primeiro momento não pensa em fabricar este tipo de veículo no País, mas descartou a possibilidade futura de produção de veículos de transporte coletivos de passageiros.
Publicado em 18/04/2012 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes. Blogpontodeonibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário