Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

segunda-feira, 12 de março de 2012

MAN aposta em telemática para agregar serviços ao cliente

   

Tecnologia embarcada em veículos é um tema que ganha cada vez mais força, em parte puxado pelo fenômeno da consumerização da TI e, por outro lado, pela possibilidade de garantir mais segurança à condução. E o que se vê em carros de luxo, tem se replicado – claro que com adaptações – aos caminhões. No caso da MAN, uma das maiores fabricantes de veículos comerciais, motores e equipamentos de engenharia mecânica, uma das apostas é um módulo de telemática ligado ao motor do caminhão e integrado a uma espécie de tablet, chamado de DriverPad.
E esse investimento não é puramente luxo. Essa solução, instalada a partir de uma parceria com a T-Systems, permite medir consumo de combustível, velocidade, frenagem e RPM, por exemplo. Algo altamente estratégico, visto que, de acordo com a Associação Alemã da Indústria Automotiva (VDA), os custos operacionais e de pessoal de um caminhão em toda sua vida útil representa 70% do total de despesas. Apenas essa informação, na visão da fabricante, já compensa a instalação do módulo de telemática, que, hoje, permite economizar em todo de 5 mil euros por veículo ao ano apenas em combustível.


De acordo com Maria Manitta, especialista em economia e comércio da MAN, além de ter a mensuração de diversos dados, a partir do DriverPad, uma espécie de tablet misturado com GPS, é possível ao motorista organizar pedidos a serem despachados, ficar em contato com a central e enviar mensagens em caso de emergências e problemas mecânicos. “Ainda não se usa para prevenção de acidente, mas é possível comunicação com centrais. São feitas atualizações do roteiro percorrido a cada 15 minutos e isso vem acompanhado, além do trajeto, com dados de frenagem, velocidade e consumo, tudo em uma plataforma baseada na web”, detalha.
O sistema onde é feito todo o controle e análise das informações é simples. No caso do trajeto, o posicionamento surge em um mapa, com outros cliques, você acessa a velocidade do veículo e o quanto de combustível está consumindo. O sistema de comunicação do DriverPad é via GPS e o módulo se comunica com rede GRPS. A fabricante ainda não sabe o tamanho que esse mercado deve atingir, mas acredita em grande crescimento. Até por isso, a solução não é nativa em todos os caminhões que saem de fábrica. “É um mercado recente para a MAN, mas clientes que precisam percorrer grandes distâncias devem demandar mais”, analisa Maria.
Questionada sobre como toda a solução pode ajudar na economia do combustível, já que esse é um dos objetivos de uma transportadora ao investir num veículo com tal tecnologia, a especialista explica que é possível programar limites de velocidade para que o consumo não seja excessivo. “Há duas formas de ajudar: na questão técnica, com ajustes no caminhão, e treinando o motorista, para que tenha aulas de como melhor dirigir o veículo e tirar proveito das funcionalidades, garantindo vida longa e menos manutenção.”

Fonte: Information Week
Publicado em 12/03/2012 por Rafael Brusque Toporowicz no site http://blogdocaminhoneiro.com/man-aposta-em-telematica-para-agregar-servicos-ao-cliente

Nenhum comentário:

Postar um comentário