Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Novos ônibus no Corredor ABD


ônibus
Ônibus de 15 metros possibilitam mais oferta de lugares para os passageiros no Corredor ABD sem ocupar tanto espaço nas vias em relação aos ônibus mais antigos que tinham menor capacidade de transporte. Foto: Adamo Bazani.




transporte. Foto: Adamo Bazani
ônibus
Ônibus possui eixo direcional traseiro, ou seja, as rodas de trás giram em conjunto com as da frente, para melhor manobra. Foto: Adamo Bazani.
Metra coloca mais ônibus de maior capacidade de transporte no Corredor ABD
Chegada de mais quatro veículos de 15 metros vai aumentar oferta de lugares para os passageiros
ADAMO BAZANI – CBN
O sistema de ônibus e trólebus do Corredor ABD, operado pela Metra, recebeu mais quatro veículos zero quilômetro para os serviços entre São Mateus, na Zona Leste de São Paulo, e Jabaquara, na zona Sul da Capital Paulista, passando pelos municípios de Santo André, Mauá (Terminal Sônia Maria), São Bernardo do Campo e Diadema.
São quatro unidades a mais do modelo de carroceria Millennium III, chassi Scania K 270 UB.
Os ônibus substituem a frota de veículos mais antigos, formada por ônibus convencionais, modelo de carroceria Vitória, chassi Volvo B 58.
Além das emissões de poluição dos novos veículos serem menores em relação aos mais antigos, mesmo ainda seguindo os padrões das normas Euro III, os Scania K 270 possuem maior capacidade de transportes.
Com 15 metros de comprimento, a lotação pode ser de 100 pessoas contra aproximadamente 70 pessoas que eram transportadas no modelo antigo, que tinha 12,3 metros de comprimento.
Mesmo sendo maiores, os ônibus de 15 metros proporcionalmente ocupam menos espaço nas vias comuns e segregadas justamente pela diferença maior de capacidade de passageiros.
Para ajudar nas manobras, o terceiro eixo do veículo é direcional, ou seja, as rodas de trás “viram” em conjunto com o conjunto de rodas dianteiras.
ônibus
Os ônibus de 15 metros apresentam equipamentos de acessibilidade para facilitar a rotina de quem possui algum tipo de deficiência ou dificuldade de locomoção. Exemplo é o piso baixo, quase na altura da guia e rampas para cadeiras de rodas. Foto: Adamo Bazani
ônibus
Veículos também seguem às mais modernas normas de segurança previstas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas e pelo Código de Trânsito. Luzes de LED e faixas refletivas ao longo da carroceria são exemplos para melhor visualização dos veículos, principalmente na parte da noite. Foto: Adamo Bazani
Os ônibus são de piso baixo até a metade do conjunto carroceria/chassi o que facilita o embarque e o desembarque de pessoas que possuem mobilidade reduzida. Para quem necessita de cadeira de rodas, rampas que saem do assoalho do ônibus permitem a entrada sem dificuldades do passageiro nestas condições. Há espaço para a fixação segura das cadeiras de rodas e também para cão guia. Os passageiros com necessidades especiais também contam com botões de aviso de paradas diferenciados que comunicam ao motorista que uma pessoa que necessita de maior atenção está prestes a desembarcar.
Os balaústres perto das portas são em relevo para auxiliar os portadores de limitações visuais.
Os ônibus seguem as novas normas de acessibilidade e segurança previstas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas e pelo Código de Trânsito.
Desde 2008, a Metra renovou a frota com 78 veículos com este padrão.
ÔNIBUS MAIOR PARA A LINHA EM DIREÇÃO A BERRINI
ônibus
O balanço da operação de ônibus articulado nos serviços entre Diadema e Estação Berrino da CPTM tem sido positivo. Recentemente, um veículo com capacidade para mais de 100 passageiros começou a trafegar pela faixa e corredor, que desde quando a ligação foi criada, registrou aumento na demanda de passageiros. Foto: Admo Bazani
A concessionária Metra também começou recentemente a operar um ônibus de maior capacidade nas linhas 376 (Diadema – Berrini) e 376 M (Diadema – Shopping Morumbi).
Trata-se de um ônibus articulado, de 18 metros de comprimento, que também aumenta a oferta de lugares para os passageiros.
O veículo é um modelo Caio Millennium II, chassi K 310 U, da Scania, com capacidade para pouco mais de 100 passageiros.
Pelas características do trajeto misto entre corredor e faixa exclusiva entre Diadema, no ABC Paulista, e a Estação Berrini, de trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, há portas dos dois lados do ônibus para embarque e desembarque.
O veículo também é dotado de acessibilidade, com piso baixo, que deixa o assoalho do ônibus muito próximo às guias, e rampas de acesso para quem necessita de cadeira de rodas.
A colocação deste novo veículo nas linhas teve balanço positivo, pelo fato de a demanda destas linhas ter registrado aumento desde que foram criadas, exigindo o uso de ônibus maiores.
O Corredor ABD foi o que recebeu melhor avaliação na Pesquisa “Imagem dos Transportes Metropolitanos” da ANTP – Associação Nacional de Transportes Públicos, conseguindo 79% de aprovação dos passageiros, superando a satisfação dos passageiros do Metrô, modal que teve 74% de aprovação e é considerado uma das referências de mobilidade. Os dados são de 2011. Este ano ainda não foi realizada nova pesquisa. A ANTP apura o nível de satisfação dos passageiros desde 1985.

Publicado em 02/02/2012 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.
Blogpontodeonibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário