Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

NITERÓI ABRE LICITAÇÃO PARA BRT

A frota de 760 ônibus em Niterói deve ser reduzida pela metade com a implantação do sistema de corredores exclusivos de ônibus do tipo BRT. Mesmo assim, o número de viagens e a quantidade de passageiros atendidos devem aumentar. Isso porque, em corredores, os ônibus não ficam presos ao trânsito e pelos espaços serem exclusivos, há possibilidade de uso de ônibus maiores. Os consórcios vencedores para a operação do BRT devem ser conhecidos no dia 23 de maço deste ano e serão responsáveis pela construção de terminais de integração. Haverá mudanças nas linhas e algumas ligações vão apenas até os corredores, diminuindo a quantidade de ônibus no centro da cidade e aumentando a ofert nos bairros.

BRT vai aumentar oferta de transportes com menos ônibus nas ruas em Niterói.
Prefeitura lançou o edital para a operação dos corredores exclusivos e no dia 23 de março deve conhecer as propostas.

ADAMO BAZANI – CBN

O que pode ser sonho para muita gente, empresas e administradores públicos, é possível devido ao sistema BRT (Bus Rapid Transit), corredores exclusivos: aumentar a oferta de transportes diminuindo a quantidade de ônibus nas ruas e por conseqüência a poluição e os congestionamentos.
Em corredores exclusivos, os ônibus conseguem ter mais velocidade em vez de ficarem presos no trânsito, fazem mais viagens. Além disso, pelo espaço ser exclusivo e maior, é possível colocar ônibus de maior porte. Com todas estas vantagens, menos ônibus conseguem atender a uma quantidade maior de pessoas.
E é justamente isso que deve ocorrer em Niterói, no Rio de Janeiro.
A Prefeitura publicou no Diário Oficial o edital de licitação para a operação dos corredores BRTS, baseados no modelo de Curitiba, que além de espaço exclusivo para os ônibus e viagens mais rápidas, permitem que o passageiro pague a tarifa antes de embarcar e que todo o sistema tenha acessibilidade para portadores de necessidades especiais.
A frota de ônibus, que hoje é composta por 760 veículos deve ser reduzida pela metade. Hoje existem 54 linhas municipais em Niterói. Pelo menos 13, uma boa parte de sobreposições, devem ser extintas e outras 14 terão os itinerários alterados.
Nove linhas do estilo troncal, nos corredores, terão ônibus articulados tipo BRT, com capacidade para 150 passageiros cada. Eles devem transportar 137 mil pessoas por dia.
O sistema vai contar com linhas alimentadoras, que em vez de irem para o centro da cidade com veículos sem a lotação completa, vão dos bairros até os terminais de integração, o que vai reduzir o trânsito na região central e permitir que os ônibus façam mais viagens dentro dos bairros, diminuindo o tempo de espera também.
As empresas operadoras serão responsáveis pela construção dos terminais de integração: João Goulart (Centro), Piratininga, Largo da Batalha, Charlitas e Saibreira (Caramujo).
Serão feitas também 28 estações ao longo dos corredores.
A operação dos BRTs deve ser feita por consórcios. Atualmente operam na cidade nove empresas de ônibus.
No dia 23 de maço, a Prefeitura deve tornar públicos os nomes dos consórcios interessados na operação do BRT, que mesmo com menos ônibus, vai atender a uma demanda maior de passageiros.

Publicado em 06/02/2012 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.
Blogpontodeonibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário