Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

CIDADE DOS ÔNIBUS TEM ADESÃO DA MAIOR PARTE DAS EMPRESAS


Cidade dos ônibus
Ônibus em Campo Grande. Com a Cidade dos Ônibus, cerca de 600 veículos rodoviários que não precisam passar pelo centro de Campo Grande vão deixar de circular pela região central. Objetivo é reduzir custos das empresas, que deixarão de realizar viagens ociosas de suas garagens aos pontos finais e diminuir o número de ônibus fora de serviço circulando na cidade, o que vai auxiliar no trânsito. As empresas vão compartilhar postos de abastecimento, refeitórios, creches, unidades de capacidade e outros itens de estrutura no mesmo espaço que vai reunir diversas garagens.
Maior parte das viações aderiu à Cidade dos Ônibus
Empreendimento em Campo Grande vai reunir garagens em uma única área e diminuir o tráfego de ônibus vazios pelo centro de cidade.
ADAMO BAZANI – CBN

Prevista para ser inaugurada até o final deste ano, a Cidade dos Ônibus já teve a adesão de 17 empresas das 19 companhias de ônibus de Campo Grande no Mato Grosso do Sul.
A iniciativa, que vem sendo desenvolvida nos últimos anos, deve sair do papel em breve e é inédita no País.
O objetivo é reduzir as viagens ociosas dos ônibus, ou seja, o trajeto que os veículos fazem da garagem ao ponto final e evitar que ônibus fora de serviço transitem pelas ruas e avenidas com problemas de congestionamento na região central da cidade.
Isso reduz os custos dos transportadores, que não precisam gastar horas de trabalho dos funcionários e combustível com viagens sem necessidade e alivia o trânsito na região central.
O empreendimento que custará R$ 50 milhões vai ocupar uma área de 22 hectares e reunirá num único local várias garagens de ônibus.
Os custos das empresas também serão reduzidos pois elas compartilharão postos de abastecimento, refeitórios, alojamentos, creches, lavadoras, postos bancários, estacionamento para 150 veículos de passeio e uma unidade de capacitação de trabalhadores do setor de transportes do Sest/Senat.
As empresas que se instalarem na Cidade dos Ônibus, que fica numa área hoje ociosa da região das Moreninhas contarão com incentivos tributários do Prodes – Programa de Desenvolvimento Econômico e Social.
A área fica perto do macro-anel rodoviário e com a conclusão da obra, cerca de 600 ônibus rodoviários que não precisam passar pelo centro deixarão de percorrer a área.
A Cidade dos Ônibus deve atrair para a área outros empreendimentos, entre particulares e unidades habitacionais, que devem provocar um adensamento de cerca de 15 mil 600 moradores.
A iniciativa pode ser copiada por outras cidades, desde que ofereçam áreas com estrutura para reunir um grande número de ônibus, isto é, com vias largas e pouco movimentadas e com uma certa distância de zonas residenciais por conta do barulho dos ônibus saindo das garagens já nas primeiras horas da madrugada.

Publicado em 20/02/2012 por Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.
Blogpontodeonibus

Nenhum comentário:

Postar um comentário