Palestra para Motoristas

Palestra para Motoristas
Arquivo: HighPluss Treinamentos, 2017.

domingo, 11 de dezembro de 2011

Neobus entra no sistema Transantiago e é mais uma prova que BRT beneficia a economia brasileira.

Durante entrega dos 50 Neobus Mega BRT, com chassi Volvo, para o Grupo Veolia, o design e a segurança dos veículos chamaram a atenção até do ministro dos transportes do Chile, Pedro Pablo Errázuirs. Os ônibus vão fazer parte do sistema Transantiago, da capital chilena, e são uma prova de que os BRTs contribuem com a economia e com a geração de mão de obra no Brasil, mesmo quando implantados em outros países. O Brasil é um dos maiores exportadores de veículos e soluções para corredores de ônibus em todo o mundo. Foto: Divulgação Neobus.
Neobus Mega BRT chega ao Chile
Cinqüenta unidades do modelo que já é usado em locais como Curitiba, Goiânia e Manaus vão fazer parte do sistema de corredores de ônibus Transantiago
ADAMO BAZANI – CBN
http://youtu.be/nG1ngDtG5vY
O BRT – Bus Rapid Transit, sistema de ônibus em corredores diferenciados que a baixo custo oferece transporte com mais qualidade, rapidez e conforto para os deslocamentos em médias e grandes cidade, não traz apenas benefícios para o Brasil quando é implantado ou ampliado em seus municípios, mas também quando é adotado em outros países.
Um BRT representa emprego de mão de obra brasileira, mesmo se ele entrar em operação no exterior.
Isso porque, a indústria brasileira de ônibus, cujo setor de carrocerias deve ultrapassar as 35 mil unidades produzidas neste ano (uma parte para o mercado externo) é grande exportadora de veículos para sistemas de BRT.
Empresas como a Marcopolo já há alguns anos mandam ônibus inteiros ou para serem montados em países até mesmo de continentes mais distantes. Chassis feitos em plantas brasileiras como da Scania, Mercedes Benz e Volvo também trazem divisas para o País.
Agora é a vez da Neobus com seu modelo Mega BRT, com design moderno e diversas inovações, ganhar o mercado externo.
A encarroçadora de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, enviou para o Chile 50 umidades do modelo, de alto valor agregado,para o sistema moderno de ônibus da capital chilena, o Transantiago.
Os veículos foram comprados pela empresa do Grupo Veolia.
Os ônibus são de 12, 8 metros de comprimento, parecidos com os “Ligeirinhos”, ônibus da cor prata, que fazem poucas paradas, no Sistema de Curitiba.
Os Neobus Mega BRT foram encarroçados em chassis da Volvo, que já é tradicional fornecedora para o sistema Transantiago.
O investimento do Gripo Veolia é de US$ 10 milhões. Os ônibus vão servir a seis comunidades da zona Norte de Santiago.
O ministro de transportes do Chile, Pedro Pablo Errázuris, se declarou impressionado com o design dos ônibus e a segurança que eles oferecem tanto para os motoristas, passageiros e para quem está ao redor de onde vão circular.
No Brasil, o modelo já está presente em cidades como Curitiba, Rio de Janeiro, Manaus, Porto Alegre e Goiânia.
Fonte: Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN, especializado em transportes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário